Ragù alla Bolognese

E vocês pediram receitas. E eu entendo, sabem porquê?

Uma das coisas mais difíceis, nestes dois anos tão difíceis, foi não poder viajar. Mas a gente sempre encontra uma forma de contornar os obstáculos não é mesmo? Neste caso, passou a ser o “viajar de casa”, uma das melhores estratégias para afastar a deprê típica de quem ama viajar e não pode.

Livros, filmes, seriados, Youtube, Instagram, sites, fotografias, tudo nos ajuda a viajar de casa, e embora seja um sentimento misto de saudade, tristeza e nostalgia, ao mesmo tempo é reconfortante e nos faz reviver momentos lindos das nossas vidas.

E para mim, a comida será sempre uma das formas mais reconfortantes e prazerosas de viajar de casa. Viajar nos sabores dos destinos que amo, traz as melhores memórias possíveis.

E como vi que vocês também gostam, fui postando nos stories do instagram, os pratos que faço. E vocês gostaram, e pediram receitas. Aí surgiu este separador no meu site, dedicado a receitas, não só dos destinos com que trabalho, mas também receitas saudáveis, lowcarb, que é uma das minhas especialidades na cozinha.

Vamos a esta? Muita gente gosta de spaghetti à bolonhesa, mas na realidade na Itália ele não existe da forma que se conhece em Portugal, nos Estados Unidos, no Brasil. Na Itália o molho se chama Ragù alla Bolognese (se for da Emilia Romagna, o meu preferido) ou simplesmente Ragú. E cada região tem as suas variações. Por exemplo em Bologna tem mais tomate, e em Napoli não. Em Napoli usualmente a carne é em pedaços e aqui é moída.

Esta receita foi-me dada por uma nonna Italiana, faz muitos anos. Um Ragù delicioso, rico e denso, perfeito para uma lasagna ou um Tagliatelle con Ragù. Típico da região da Emilia Romagna.

É deliciosa, e fácil de fazer. Vamos então viajar até Itália a partir de casa?

Algumas coisitas que vocês devem saber:

  1. Nunca usem vinho de má qualidade para cozinhar. Usem o melhor vinho possível
  2. Deixem evaporar o vinho completamente, para diminuir a acidez e o prato não saber a vinho crú
  3. Esta receita requer tempo e carinho. Para ficar com este resultado claro.

INGREDIENTES PARA 2 A 3 PESSOAS

  • 1/2 cebola pequena picada
  • 1/2 pedaço de aipo cortado fininho (mais ou menos 20cm)
  • 1 cenoura pequena cortada fininha
  • 100 g de lombo de porco picado (se não gostar de porco usa só vaca)
  • 400 g de carne de vaca picada
  • 1/2 copo de vinho tinto seco
  • 1/4 copo de leite
  • 400g de passata di pomodoro (ou purê de tomate)
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
  • Sal grosso
  • Pimenta do reino
  • Água (se precisar)

PREPARO

1º passo, o Soffritto (refogado)

Comece a preparar o molho por aquilo que se chama o soffritto. Coloque a cebola, aipo e cenoura com o azeite numa panela, e cozinhe lentamente em fogo baixo, até ficar bem molinho e transparente.

2º passo – alourar a carne

Adicione a carne e deixe fritar em fogo alto no soffritto até toda a carne ficar dourada, mexendo sempre.

o vinho

Junte o vinho tinto (tem quem use branco, eu prefiro o sabor e profundidade do vinho tinto) e deixe evaporar completamente. Quando não sentir mais o cheiro de álcool, acrescente o leite e deixe absorver completamente, sempre em fogo médio, e mexendo só de vez em quando.

Prove, e ajuste o sal. Acrescente pimenta do reino a gosto.

a paciência – o Tomate

Neste ponto adicione a passata di pomodoro, mexendo bem com uma colher até ficar bem misturado. Deixe ferver novamente, coloque em fogo bem baixinho, tampe, e cozinhe pelo menos 2 horas e meia. Quando faltar meia hora, retire a tampa, ajuste o tempero, e se ainda estiver muito líquido, deixe cozinhar o resto do tempo até ficar no ponto, como mostra a foto. Se estiver muito denso, acrescente água aos poucos até ficar no ponto.

E agora?

E agora está pronto o seu Ragù alla Bolognese, para tornar o seu jantar ou almoço uma viagem nos sentidos e no sabor até à Bella Itália. Coma e seja feliz.

Atenção: como falei antes, esta receita foi-me dada por uma nonna Italiana. Existem variações, e claro que não pretendo dizer que esta é a original. É sim maravilhosa e muito parecida com o Ragù que como na Itália, mas obviamente não pretendo que seja considerado o vero ragù Bolognese, tá? Até porque essa receita é registada oficialmente e na Itália não se brinca com a comida ahahahaha

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.